Como criar uma loja virtual de presentes – Passo a passo

Criar uma loja virtual de presentes segue preceitos parecidos com a criação de uma loja física. Mas quando isso se relaciona ao crescimento de mercado, as coisas mudam um pouco. Mesmo em um ano de crise, agora em 2015 as vendas através de lojas virtuais, deve fechar o ano com 16% de crescimento!

Em 2014, o e-commerce faturou R$ 35,8 bilhões e deve fechar 2015, com faturamento de R$ 43,3 bilhões, segundo previsão do E-bit. Os números não deixam dúvidas: ter uma loja virtual tornou-se uma das melhores opções para quem deseja ter um negócio lucrativo e próspero.

Então, aproveitando todo esse crescimento, nós vamos ensinar nesse post o passo a passo de como criar uma loja virtual de presentes e ser um empreendedor de sucesso.

Como criar uma loja virtual de presentes

A loja virtual vai ter produtos, funcionários, estoque, estratégia de marketing e uma série de outras coisas, mas se diferencia em algo muito importante do varejo tradicional: você precisa atrair os clientes de maneira muito mais intensa, já que não existe ninguém passando pela “rua” e que vá entrar e comprar. Será um processo de atrair visitantes e fazê-los comprar. Então vamos ao passo a passo de como montar uma loja virtual de presentes.

#1 Crie um domínio

Sem um domínio registrado você não pode ter uma loja virtual. O domínio é como se fosse o seu endereço. Ele pode ser facilmente criado em sites como o Registro.br. Mas antes de criar o endereço, lembre-se de definir o nome da sua loja: minhaloja.com.br.

#2 Escolha a plataforma

como criar uma loja virtual de presentes criativos - escolha a plataforma

Essa é a primeira e mais importante decisão na construção da sua loja virtual. A plataforma da loja será o sistema responsável pelo gerenciamento e visualização da loja na Web. É nessa plataforma que será criada e gerenciada sua loja virtual. Ou seja, é como se fosse o “prédio” ou “local” da loja.

Mas porque esse passo é tão importante?

É a qualidade da plataforma que vai definir o quanto sua loja virtual será personalizável e segura. Existem no mercado três opções de plataformas: gratuitas, de código aberto e pagas. Em geral as gratuitas são bem limitadas e tem restrição para número de produtos. As de código aberto vão exigir conhecimento em programação, ou seja, precisará de um especialista permanente da área da tecnologia, mas é uma boa opção. Já as pagas costumam ser as mais indicadas, por serem mais seguras e personalizáveis. Mas isso não quer dizer que você não possa começar seu negócio com uma plataforma gratuita.

Uma das plataformas de e-commerce mais populares de código aberto é o WordPress. Segura e intuitiva e muito utilizada também por ser prática e ter inúmeros plug-ins que evitam a necessidade de desenvolver códigos de programação – tornando a criação da loja mais barata.

Nossa dica: escolha por uma loja virtual grátis apenas se realmente não tiver orçamento. Plataformas pagas costumam ter o preço mais salgado, mas valem a pena. De código aberto, como WordPress, equilibram a conta e costumam apresentar um bom custo-benefício.

Indicamos:

Grátis Loja Integrada (https://lojaintegrada.com.br/)

Loja Azul (https://www.lojazul.com.br/)

Tools E-commerce (http://www.toolsecommerce.com.br/).

Plataformas com código aberto: WordPress (https://br.wordpress.org/)

Paga: B Seller http://www.bseller.com.br/

#3 Escolha a forma de pagamento

Como criar uma loja virtual

Essa é uma parte fundamental na montagem da sua loja virtual. Sujeito a fraudes, as compras online devem passar por um crivo adequado para você não ter prejuízos.

Entre as formas de pagamento que você pode implementar em seu site estão:

– Intermediadores de pagamento: essa é uma das opções mais populares e também a mais simples. Aqui o intermediário assume o risco da transação e faz, inclusive, adiantamento de pagamento. Nessa categoria o lojista paga mensalidade fixa, mais percentagem sobre as transações. Nesta categoria temos como exemplo o PagSeguro e PayPal.

– Soluções de pagamento: conhecidos também como gateways de pagamento, eles oferecem soluções mais robustas de pagamentos. Nessa categoria, as conexões são mais estáveis com as redes de adquirência (como Cielo e Redecard). Aqui os intermediadores cobram apenas uma mensalidade fixa, mas você precisará contratar outros serviços, como por exemplo, anti-fraude.

– Integração direta com a adquirente: aqui é você que desenvolve a forma de pagamento e assume toda a transação. Porém, esse sistema só é recomendado para grandes lojas.

#4 Defina um sistema antifraude

como criar uma loja virtual de presentes criativos

No dia a dia do varejo, os lojistas estão sempre de olho para evitar possíveis fraudes. Portanto, nas lojas virtuais não é diferente. Na hora de se planejar em como criar a sua loja virtual de presentes, tenha muita atenção nesta etapa.

Nas lojas virtuais um dos golpes mais comuns são as compras com cartão de crédito roubado. Nesse caso você pode enviar o produto e dias depois o pagamento via cartão ser cancelado. Com isso, você fica sem o produto e sem o dinheiro. Ou seja, prejuízo!

Para evitar problema com fraude em lojas virtuais, fique atento ao tópico anterior: escolha bem a forma de pagamento. Como falamos, com os Intermediadores de Pagamento, eles ficam com todo o risco e você, mesmo com fraude, não perde o valor da venda. Mas ao usar um plataforma de pagamento ou integração direta, você vai precisar contratar um serviço de anti-fraude eficaz, para evitar esse tipo de problema. Coloque isso como um ponto de atenção no seu planejamento e também como um aprendizado sobre como criar uma loja virtual.

Entre os sistemas anti-fraude mais comuns estão Clear Sale, FControl e o Serasa.

#5 Preocupe-se com a segurança da loja virtual

Ao comprar na sua loja virtual de presentes, o cliente vai querer sentir-se seguro. Existem algumas formas de garantir isso. Entre elas está a adoção do SSL, que funciona como uma proteção para todos os dados que seus usuários inserem em formulários. Com isso, você vai impedir que hackers acessem esses dados e os usem para cometer fraudes.

Além disso, é importante utilizar na sua loja virtual selos de segurança (Site Blindado e Certisign) que atestem que as transações são seguras.

Outra dica: tenha uma política de privacidade clara sobre uso dos dados dos clientes e uso de ferramentas de marketing, como e-mail marketing, a partir de e-mails coletados no seu site.

#6 Defina seu público alvo

publico alvo - como criar loja virtual de presentes

A internet é uma terra de nichos. Ou seja, é um local onde, provavelmente, existam milhares de outras lojas parecidas com a que você pretende colocar. Então, na hora de criar uma loja virtual de presentes, é importante se perguntar: Qual será o seu diferencial? Você vai focar em mulher ou homem? Em qual faixa etária? Em qual faixa de renda e etc?

Isso não quer dizer que você não possa vender para públicos mais abertos, mas dessa forma atrair clientes acaba sendo mais difícil, pois certamente você terá concorrentes de peso, com muito investimento em marketing e reputação construída.

Definido o seu público alvo, você vai escolher o layout da sua loja (se vai ser rosa, azul, preto e etc), de quais valores serão os produtos e o que vai oferecer de diferente para esse nicho. Um dos diferenciais pode ser a oferta de itens exclusivos, bem específicos, que poucas lojas oferecem. Então, descubra o que tem valor para o seu público e aposte nisso, se diferenciado dos demais.

#7 Escolha seus produtos

Agora que você definiu seu público alvo, é hora de escolher os produtos que vão estar na vitrine da sua loja virtual. Para vender bem em um e-commerce, assim como em uma loja física, você precisa se preocupar com os produtos que pretende vender e principalmente com a escolha dos seus fornecedores. Nas lojas virtuais existe a possibilidade de manter um estoque ou ainda solicitar os produtos para o fornecedor de acordo com os pedidos realizados no site. Mas lembre-se: nunca estipule prazos de entrega que não pode cumprir.

Onde comprar presentes criativos no atacado

Se você está pesando em como abrir uma loja virtual de presentes, é preciso também pensar em qual empresa irá te fornecer produtos para revender na sua loja. Aqui nos indicamos a Uatt?, a rede de presentes que mais cresce no Brasil, e que revende presente criativos no atacado para lojistas! Então, clique aqui e saiba mais.

 #8 Trace uma estratégia de marketing

como criar loja virtual de presentes

Em uma loja virtual, o marketing é fundamental para o sucesso do seu negócio. No marketing digital as possibilidades são enormes e aproveitando bem, as vendas acontecem. Por isso, reunimos os itens fundamentais para sua estratégia de marketing e métodos mais utilizados para atrair clientes em lojas virtuais de presentes:

Google Analytics

Uma ferramenta grátuita do Google que vai ajudar você a medir todo o seu faturamento e de onde ele vem (é necessário habilitar a opção de comércio eletrônico dentro do Analytics para que possa medir os resultados). Aqui você vai ter relatórios completos sobre a origem das suas vendas, como Facebook, Google, Twitter e etc. Além de tempo que os visitantes permanecem na sua página, quais produtos são mais vendidos e uma infinidade de outras informações. Enfim, essa ferramenta vai te ajudar a ter muitos insights sobre estratégias na sua loja virtual de presentes.

– TagManager

Essa ferramenta irá te ajudar a monitorar qual canal está trazendo mais retorno, para que consequentemente você aumente o investimento no canal.

– Redes sociais

Ter perfis ativos nas redes sociais é crucial para qualquer empresa. Então crie uma fanpage no Facebook, perfil no Twitter e Instagram. Use as redes para divulgar conteúdo relevante para o seu público e, claro, produtos, ofertas e promoções.

– Google Adwords

Você já deve ter visto os anúncios que aparecem no Google quando você faz alguma busca. A sua loja também pode estar ali! O Google Adwords é uma das principais táticas para qualquer e-commerce e pode ser muito rentável. Se você não conhece a ferramenta, a equipe do Google dá consultoria gratuita para ensinar a usar a ferramenta e a explorá-la da melhor forma. No Google Adwords você pode escolher pagar por clique ou visualização do anúncio.

– Facebook ADS

Os anúncios no Facebook também são uma ótima forma de impulsionar as vendas na sua loja virtual de presentes. Acesse o Power Editor e crie anúncios com segmentação para o seu público. As possibilidades de redirecionamento são enormes. O Facebook também oferece consultoria gratuita. No Facebook ADS você pode escolher pagar de várias formas: cliques, visualizações, conversões, entre outras.

– Buscadores

Buscapé, Zoom e outros buscadores são eficazes formas de atrair clientes.  Aqui você também paga por cliques. Em geral os buscadores apresentam um ótimo resultado e são simples de usar.

– E-mail Marketing

É um dos métodos mais utilizados por lojas virtuais. Existem no mercado ferramentas grátis, como o Mail Chimp, com limite de até 2.000 envios diários, que você pode usar. Aqui vale lembrar: nunca compre lista de e-mail ou envie e-mail marketing sem autorização. Isso é spam. Ao contrário do que muita gente pensa, spam não gera vendas satisfatórias e pode arranhar a sua reputação na internet.

– Sites sobre ecommerce

Sugestões de sites para que você possa se manter em constante atualização: ecommercebrasil.com.br e o nextecommerce.com.br/

Essas são as táticas mais usadas na internet para gerar vendas em lojas virtuais, mas vale lembrar que não existe fórmula do sucesso. Você vai precisar, diariamente, analisar os dados no Analytics e ir colocando verba onde dá mais retorno pelo menor custo. Claro que cada item citado aqui renderia um livro, então dedique-se a conhecer melhor cada ferramenta citada.

Agora que você já sabe como criar uma loja virtual de presentes, é hora de começar o seu planejamento!

Gostou do post? Então, deixe seus comentários 😉