10 estratégias matadoras para aumentar o giro de produtos em floriculturas

Um grande problema de qualquer empresa é giro de produtos em estoque. Produto parado é sinônimo de prejuízos, pois na prática é capital imobilizado, além dos custos que gera em armazenamento. No caso de floriculturas o problema pode ser ainda maior, já que flores murcham, secam e morrem. Mais do que nunca, aqui tempo de estoque é dinheiro.

Pensando nisso reunimos dicas valiosas sobre estratégias testadas e comprovadas que vão ajudar você a fazer seu estoque girar e ganhar capital para novas compras. Então, confira!

10 estratégias para aumentar o giro dos seus produtos

#1 Faça um combo

Uma das estratégias mais eficientes para floriculturas é usar o produto encalhado para agregar em uma venda. Você pode oferecer o produto que não gira com desconto se comprado junto com outro. Por exemplo, você está com vasos parados e não sabe o que fazer. Ofereça para o cliente que for comprar flores, vasos com 20% de desconto no combo. Liquidação total deve ser sempre a última opção.

#2 Cuidado na hora da compra

O problema começa aqui, na compra. Esse é o momento fundamental de pensar o que realmente o seu público quer consumir. Antes de fazer seu pedido, faça um levantamento dos produtos que são responsáveis por 80% do seu faturamento e invista neles. Na dúvida? Compre o número mínimo de determinado produto e se ele vingar, encomende mais.

#3 Peça menos, mais vezes

Um dos principais custos com estoque parado pode ser o armazenamento. Uma forma eficaz de driblar o problema, é fazer mais pedidos, com menos mercadorias. Ao invés de fazer de uma só vez o pedido para os próximos três meses, por exemplo, faça encomendas todos os meses. Claro, se o fornecedor apresentar condições especiais para pedidos maiores, faça as contas e tome a decisão que pesar menos no bolso.

#4 Produto escondido não vende

Você já reparou se o seu produto está bem exposto? Essa é uma das maiores razões para o cliente não comprar. Produto escondido não vende. Por isso, dê destaque para os itens que precisam ser vendidos mais rápidos. As pessoas dão preferência para produtos que estão no campo de visão. Além disso, você pode mesclar na sua vitrine, as novidades com os encalhados de plantão – isso vai dar a sensação que eles são novidade.

Não deixe de ler: Dicas de exposição de produtos – Como organizar sua Floricultura

#5 Dê autonomia ao time de vendas

Ninguém melhor que o vendedor para apontar quais produtos são mais buscados e as justificativas que o clientes estão dando para não comprar o ‘encalhadinho’. Dê autonomia para os vendedores ajudarem na organização dos produtos, dar opinião de melhorias na loja e sugerir quais produtos são os mais queridos pelo público. Essa pode ser uma ferramenta valiosa para as compras.

 #6 Não compre o que você gosta

Os seus gostos podem ser muito diferentes dos seus clientes. Pensando nisso, na hora de comprar não pense que as compras são para você, mas para seus clientes mais fiéis. Lembre da Maria, da Paula, do Roberto e por aí vai. Eles vão gostar? Então compre. Mas não fique sempre nos mesmos produtos, aposte em lançamentos, procure sempre inovar seu mix.

Leia também: Como aumentar o mix de produtos de uma Floricultura

#7 Treine muito sua equipe

Um dos motivos para um produto não emplacar é a falta de oferta dele. Ou seja, se ele não é oferecido, as chances dele vender são pequenas. É muito comum, principalmente quando se trata de um produto novo no mercado ou na empresa, que os vendedores não saibam explicar como ele funciona. Por isso é fundamental que você treine os funcionários para evitar que esses itens encalhem simplesmente porque ninguém sabe dizer direito quais são as novidades embutidas neles quando o cliente pergunta.

Aproveite e leia também: Técnicas de atendimento para vender mais

#8 Dê bônus de venda

Assim como já falamos aqui no Blog, uma das estratégias mais usadas por grandes redes para aumentar as vendas de produtos que estão há muito tempo em estoque, é aumentar a comissão dos vendedores sobre os itens encalhados. Isso fará com que o time de vendas se debruce sobre os produtos que não estão girando e você volte a ter capital de giro.

Confira: 8 Dicas de como motivar minha equipe de vendas

#9 Ajuste os preços

Parece bobagem, mas se o preço não for compatível com o mercado, sua loja não vende. Por isso veja se o preço recomendado pelo fornecedor se adapta à sua realidade. Se você ver muita gente achando que o produto não vale o que você pede por ele, reavalie sua precificação.

Uma dica importante: o produto vale quanto o cliente acha que ele vale, e não quanto o dono acha. Por isso algumas marcas, por exemplo, vendem uma camiseta por R$ 100,00 e outras por R$ 500,00. Reflita: esse produto vale o que eu peço por ele?

#10 Hora de torrar

Você seguiu todas as dicas anteriores e mesmo assim o produto não vendeu? Não tem jeito, é hora de liquidar! Existe uma crença muito grande sobre ‘perder dinheiro’ ao fazer liquidação.

Vamos a seguinte hipótese: você comprou um produto que custou R$ 30,00, com preço sugerido de R$ 50,00. Passaram-se dois anos e o produto ainda está à venda. Nesse meio tempo você já baixou o preço dele para R$ 35,00, mesmo assim nada de vender.

Você tem duas escolhas, ou vende ele por R$ 30,00, ou abaixo do custo, ou deixa ele mais seis meses, um ou talvez dois anos na prateleira. E deixa-lo criando raízes na sua floricultura é uma péssima ideia. O ‘encalhadinho’ da loja é a mesma coisa que dinheiro parado. Ou seja, sem vender o produto sua floricultura deixa de comprar produtos que realmente giram e fazem você lucrar.

Por exemplo: Com R$ 5.000 parados em produtos encalhados, quantas compras e vendas você poderia ter feito em dois anos?

Para concluir!

Em geral, o lojista tem a falsa percepção de que não tem produto parado (ou tem muito pouco). Então, experimente ver seu estoque e resgatar as notas fiscais. Você pode ficar espantado.

Então lembre-se: para desencalhar produto pode tudo, só não pode não vender!