Como fazer liquidações em janeiro

As famosas Liquidações em Janeiro são super importantes para o aumento das vendas no varejo. Afinal, para as lojas se manterem abertas e sempre com novidades é essencial liquidar os produtos encalhados e que não tiveram saída durante o ano anterior.

Mas para que as suas liquidações de janeiro sejam efetivas e rentáveis é preciso se planejar e ficar atento a alguns fatores que vão influenciar no sucesso das suas vendas. Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas e motivos para sua loja também entrar no clima de liquidação. Então, vem com a gente!

Por que fazer liquidações em janeiro?

Pronto para começar o novo ano com boas vendas? Então, prepare-se para analisar seu estoque e ver o que sobrou. Um erro comum entre os lojistas é armazenar sobras de estoque montado para datas comemorativas. Portanto,  “livre-se” dele o mais rápido possível com promoções agressivas, mas, que sejam bem planejadas.

Produto parado no estoque pode comprometer o seu fluxo de caixa. Ou seja, estoque parado significa dinheiro parado. Portanto, esses produtos que estão armazenados e esquecidos em seu estoque, precisam ser vendidos para que você possa adquirir novas coleções, inclusive com a oportunidade de pagar à vista.

Mas antes de aprender como fazer liquidação em janeiro, fique ligado nestes termos para não se confundir:

Promoção: ação de vendas para vender mais;

Liquidação: acabar com determinado estoque.

16 Dicas de como fazer liquidação em janeiro

Agora que você já sabe a importância de liquidar o estoque no primeiro mês de ano, confira as dicas que preparamos para você aprender como fazer liquidação em janeiro e se dar bem nas vendas!

Como fazer liquidações em janeiro -dicas para vender

 

1) Organize a exposição dos produtos 

Organize a exposição dos produtos de uma forma prática e harmônica, pode ser por coleções, cores, preços ou por numeração (no caso de roupas e sapatos).

2) Anuncie os descontos 

Anuncie o tamanho dos descontos na vitrine informando o maior dos descontos com mais destaque. Por exemplo, “Descontos de até 70%”.

3) Exposição das ofertas

As ofertas mais interessantes devem ser expostas à direita, é para lá que o consumidor tende a olhar primeiro assim que entrar na loja.

4) Locais estratégicos

Inclua produtos com menor valor em locais estratégicos para incentivar a compra por impulso. Por exemplo,  no caixa ou logo na entrada da loja.

5) Pacotes promocionais 

Pacotes promocionais são uma boa pedida, monte-os com vários itens e um único preço.

6) Cartão fidelidade

Crie cartões de fidelidade para incentivar os clientes que foram atraídos pelo preço a voltarem na loja mesmo quando não tiver ofertas.

7) Cupom de desconto

Distribuir cupons de desconto para as próximas datas comemorativas também é uma boa pedida para fazer o consumidor voltar.

8) Incentive o consumidor a comprar mais

Incentive a compra de produtos para datas futuras aproveitando o bom preço como Dia da Mulher e Páscoa, Dia das Mães ou para os aniversários.

9) Embalagens

Embalagens pré-prontas para presente agilizam o atendimento e agradam o consumidor.

10) Preços nas mercadorias

Não se esqueça de colocar preços em todas as mercadorias, afinal, em uma liquidação, o consumidor está sendo atraído principalmente pelo preço.

11) Combos

Crie combos promocionais com produtos variados. Para o cliente, o kit deve ser vantajoso, assim ele se convencerá da compra.

12) Descontos progressivos

Faça descontos progressivos. Por exemplo,  “uma peça com 10% de desconto, duas peças 20%”, e assim por diante.

13) Transparência

Deixe as regras da liquidação bem claras, como a proibição de trocas, mas não exagere na comunicação. O consumidor pode se sentir ofendido com tantas limitações.

14) Desconto para um segundo item

Incentive a compra de mais produtos com promoções como “50% de desconto na segunda peça”, “compre dois e leve três”, “nas compras acima de R$300,00 ganhe um brinde exclusivo”.

15) Deixe os lançamentos de fora

Não inclua lançamentos na liquidação porque isso pode interferir nas compras futuras. A partir do momento que o cliente conheceu o produto com preço reduzido dificilmente ele aceitará comprá-lo pelo valor normal.

16) Prazo da campanha

Estipule o período da liquidação para causar urgência no consumidor.

Então, agora que você já sabe como fazer liquidação em janeiro, confira nossas dicas de Liquidação de Janeiro – O que fazer para vender mais. 

Boas vendas 😉