Vender por catálogo: 4 dicas para ter mais sucesso - Boas Vendas

Vender por catálogo: 4 dicas para ter mais sucesso

Você provavelmente já folheou ou conhece alguém que já teve contato com alguma revista catálogo em busca de um produto de perfumaria e cosméticos, certo? Vender por catálogo é uma ´toma estratégia!

Você provavelmente já folheou ou conhece alguém que já teve contato com alguma revista catálogo em busca de um produto de perfumaria e cosméticos, certo? Vender por catálogo é uma ´ótima estratégia!

Que é utilizada por grandes players do mercado e funciona muito bem como venda direta por meio de representantes. Mas você sabia que o catálogo também pode ser uma ótima opção para o seu negócio? 

Hoje nós trouxemos 4 super dicas de como vender por catálogo e ter ainda mais sucesso com os seus clientes.

Você pode otimizar o tempo de apresentação de todos os seus produtos, além de oferecer um serviço diferenciado e com valor agregado, saindo na frente de seus concorrentes, demais, né?

Se você quer aprender como vender por catálogo, siga nossas dicas, elas são incrivelmente úteis: 

1. Mapear o seu público

Esta é uma etapa essencial do processo, para ser assertivo nas ações é necessário conhecer muito bem o seu público. Assim você poderá direcionar as estratégias corretamente e ter um grande resultado. Mas você deve estar se perguntando, como faço para identificar o meu público alvo? 

Assim como nas outras etapas, aqui você também vai precisar de organização, pesquisa e análises. Mas calma, nós criamos um passo a passo que é simples e resolutivo para identificar o seu público alvo. 

Mas calma, nós criamos um passo a passo que é simples e resolutivo para identificar o seu público alvo. 

  • Primeiro: Faça um mapeamento da sua base de clientes, essa análise
    te trará informações valiosas como: segmento, localização, interesses, entre outras. 
    Nesta etapa busque todas as informações possíveis com as pessoas que já interagem com seu produto ou serviço. Isso te dará uma grande vantagem.
  • Segundo: Após analisar os dados, você provavelmente encontrará padrões comuns nas atividades dos usuários. Isso inclui dados demográficos, comportamentais, locais, etc. 
    São esses padrões que irão te ajudar a dividir o público em segmentos e então analisar cada um deles separadamente para entender quem podem ser seus clientes.
    *Importante: caso você esteja começando agora e ainda não tenha uma base de clientes, faça pesquisas e mapeie todas essas informações da mesma forma. 
  • Terceiro: os padrões encontrados na segunda etapa irão te ajudar a dividir o público em diferentes segmentos e analisar cada um deles separadamente para ter uma ideia melhor sobre quem podem ser seus clientes. É importante extrair: 
    – Fonte de aquisição ou como seus clientes encontraram a sua empresa;
    – Quais seus hábitos de compra; 
    – A maneira que eles interagem com a sua empresa;
    – Quais seus problemas e desafios;
    – Como eles usam seu produto ou serviço para resolver suas dores.

Muitas vezes os resultados podem ser mais diferentes do que você esperava, por isso é essencial ter essas informações em mãos. Pois com isso, você e sua equipe poderão atingir o público certo para obter resultados mais valiosos.

2. Pesquisar o seu mercado 


Assim como a definição de público alvo, a pesquisa de mercado é essencial para coletar informações de forma sistemática e orientada a dados, a partir de então, que vem a tomada de decisão. 

É muito importante que sua marca, produto ou negócio façam pesquisa de mercado para conhecer tendências de consumo. A análise de mercado virá como um indicador de onde concentrar seus esforços, quais aspectos podem ser melhorados ou alterados e onde é mais seguro investir recursos.

Além é claro de ter a viabilidade do projeto bem estruturada, entre vários outros insights que são importantes para o seu negócio.

Agora que entendemos o que é e porque é importante, confira essas dicas de como iniciar e aplicar uma pesquisa com propriedade e que te trará uma visão mais produtiva. 

  • Defina o objetivo da pesquisa, se é para determinado produto ou para o negócio em geral.
  • Direcione para o público-alvo, se são seus clientes, consumidores em potencial, entre outros. 
  • Amostragem, quantas pessoas serão entrevistadas.
  • As perguntas que serão feitas, e aqui lembre-se de ser simples e direto, e nunca utilizar duas perguntas em uma única questão. 
  • Canais para a pesquisa, definir se a pesquisa será on ou off e em qual canal será aplicada. 
  • Aplicação da pesquisa, quem será responsável por aplicar e/ou acompanhar as respostas. 
  • Análise das respostas e o planejamento dos próximos passos com base nos dados coletados.

Lembre-se, uma pesquisa é uma ótima estratégia que pode te ajudar a desenvolver uma ótima ideia ou evitar um grande fracasso. Por isso, sempre que for lançar um produto, posicionar uma marca ou criar estratégias, utilize essa ferramenta, você não irá se arrepender. 

3. Como construir o catálogo 

Perfil mapeado, público-alvo encontrado, tudo pronto para colocar a mão na massa! Agora que você já definiu as 2 primeiras etapas do processo, vamos para a parte prática, criar um catálogo vendedor. 

Essa é a melhor parte, você pode usar a criatividade e entregar um trabalho final incrível. Acompanhe as etapas abaixo e tenha um material excelente em mãos para conquistar o seu cliente. 

Passo 1: Selecione todos os seus produtos e serviços.

Passo 2: Escreva a descrição de todos eles, lembre-se de ser claro e responder todas às dúvidas do usuário. 

Passo 3: Produza fotos dos seus produtos ou apresente os resultados do seu serviço em um formato bem criativo.

Essas etapas são muito importantes pois permitem que você tenha uma visão mais ampla do negócio e assim poderá apresentar seu produto/serviço de forma criativa e com muita estratégia para o seu usuário/público. 

Depois de tudo listado produzido, é só escolher uma ferramenta de diagramação, se você tem uma equipe de marketing para fazer tudo isso, ótimo, se seus recursos são limitados opte por ferramentas incríveis que existem no mercado e que vão valorizar as suas informações de uma forma organizada e coesa. O Canva e o Google Apresentações são ótimos exemplos. 

4. Como vender por catálogo no WhatsApp 

Após todas as etapas anteriores é hora de divulgar o seu catálogo. Além de todos os canais que já citamos acima, o WhatsApp Business é uma ótima opção para distribuir o seu material.

Você não precisa divulgar o seu catálogo na íntegra dentro dessa ferramenta, pois ela permite personalização. 

Mas o seu catálogo pode servir de base para a função do aplicativo, que permite que você inclua os produtos e/ou serviços que fornece, de forma rápida e simples.  Acompanhe o passo a passo para incluir o catálogo no seu Whatsapp Business:

  • Acesse as Configurações, clique em “Configurações da empresa”
  • Então vá em “Catálogo”, e na sequência em “Adicionar produto ou serviço”
  • Quando houver um ou mais produtos já cadastrados, basta tocar no botão “+”
  • Nesta tela, clique em “Adicionar imagens”
  • Agora toque em “Nome do produto ou serviço” e coloque o nome desejado 
  • Toque em “Preço R$” e defina 
  • Toque em “Mais campos” e adicione a descrição, inclua detalhes, o código de barras, link e etc.
  • Agora é só  “Salvar” o cadastro
  • E repetir os passos para cada item que deseja adicionar ao catálogo

E já está pronto! 

Agora é só colocar em prática todas as dicas de como vender por catálogo e, como resultado, trazer ainda mais vendas à sua loja. Mantenha-se constantemente atualizado sobre as tendências do mercado e tenha resultados muito mais efetivos.

Aproveite para fazer o download do nosso E-book Passo a Passo de Como Vender Pelo Whatsapp e continue acompanhando todos os nossos conteúdos, boas vendas e até breve!