Como motivar a equipe de vendas da sua Loja de Roupas

O empreendedor do varejo deve ter  conhecimento que se a equipe de vendas não estiver motivada seu faturamento pode despencar. Afinal, por mais investimentos que ocorram em divulgações, novidades e produtos criativos seus vendedores é que trazem dinheiro pra loja. É um cálculo simples, colaboradores desmotivados + clientes insatisfeitos + ambiente negativo = queda de vendas.

Ter uma equipe de vendas desmotivada, em uma loja de roupas, contamina todos os setores do estabelecimento. São esses colaboradores que fazem o contato direto com o cliente final, que representam a marca para milhares de pessoas. Além disso, geralmente, são os responsáveis pelo feedback que sua loja recebe. Ou seja, são eles os expositores do nome da sua loja para o consumidor final.

Então, se você está em uma encruzilhada sem ideias do que fazer para motivar seu time e ver seu negócio crescer novamente, desenvolvemos esse texto com caminhos de como motivar uma equipe de vendas de Loja de Roupas e, no fim, vender mais em sua loja de roupas.

Como motivar a equipe de vendas da sua Loja de Roupas

Antes de começar, tente reconhecer a raiz do problema. Ou seja, de que lugar surgem as reclamações e descontentamentos quanto à gestão? Talvez esse seja o ponto mais complexo de mudança do cenário da loja de roupas: reconhecer os próprios erros e ficar aberto a mudanças e renovações na equipe e gestão. Muitos gestores de equipes se apegam aos colaboradores de tal forma que não permitem à renovação dentro da própria casa. Porém, lembre-se que a transformação é um passo importantíssimo para novas perspectivas na loja de roupas.

Além de desapegar um pouco de velhos hábitos, e dos vendedores que não somam a sua loja de roupas, você como gestor deve olhar para o próprio umbigo. Uma equipe motivada precisa de uma líder, de um modelo de chefe que possam se inspirar e confiar. Ser assim, não significa que você deva ser autoritário e cobrador, na verdade é um equilíbrio de cobranças e parcerias. Grave na memória: uma equipe de venda não se sente motivada com um gestor com menos expertise que eles próprios. Por isso, atualize-se com novas formas de gestões e de instruções de vendas. Faça reuniões de reforço com a identidade da marca, crie regras e processos de vendas, e sempre reconheça os valores e sucessos da equipe.

Dê liberdade

Criar regras e processos de vendas não é sinônimo para criar uma rotina para seu vendedor. Dê liberdade suficiente para ele criar sua própria rotina e defina ao lado dele o melhor jeito de aplicá-la conforme a demanda da loja. Nesse ponto, você pode até sugerir metas individuais para cada colaborador. Afinal, as metas norteiam a equipe de vendas e auxiliam a saberem qual é o foco para a administração da loja de roupas naquele período – além de engajar a superar mais um desafio.

Valor interpessoal

Um bom gestor também deve orientar a melhoria dentro da equipe de vendas. Por exemplo, se você acredita que seu colaboradores desistem muito rápido quando o cliente indica que não vai efetuar a compra, você pode orientar formas de vender melhor ou de envolvimento do cliente. A orientação também pode ultrapassar um pouco a linha profissional. Pois, quando se é gestor deve-se ter em mente que seus subordinados também são seres humanos e possuem uma enorme complexidade de vida. Existem problemas pessoais, problemas de saúde e qualquer outra coisa pode interferir na eficiência da equipe. Deste modo, quando achar necessário converse com o vendedor e veja que tipo de orientação ele precisa.

Valorize o local de trabalho

Após o reconhecimento dos erros e acertos, da mudança (se necessária) da equipe e na otimização dos processos de vendas, a valorização do espaço de trabalho é fundamental. Poucos donos de lojas de roupas enxergam esse método como uma forma de motivação de equipe. Então, reflita: que colaborador ficaria motivado trabalhando em um espaço onde as ferramentas de trabalho não estão em boas condições? Ou que os manequins estejam danificados, por exemplo… Bom, em certos casos não somente o vendedor ficaria desmotivado, como o cliente ficaria desconfiado quanto a qualidade da loja. Por esses motivos que consideramos as melhorias no local de trabalho como uma forma de motivação.

Recompensas motivam uma equipe de vendas

As recompensas em formas de presentes também são métodos de motivação no trabalho. Você pode começar traçando metas simples e que no final resultem em uma presente. Por exemplo, defina que ao concluir uma compra o vendedor deve pedir uma avaliação do cliente. No final de um período de tempo, o colaborador que receber a melhor avaliação ganha um fim-de-semana em um SPA. Muitas vezes as recompensas em forma de presentes dão mais certo que em dinheiro.

Muitos gestores aplicam a técnica baseada em comissão por venda para motivar a equipe. Ela é simples, o colaborador ganhar uma porcentagem baseado no valor de peça de roupa que ele vende a um cliente. A técnica é usual, porém, pode causar certo desconforto entre a própria equipe. Afinal, algum vendedor pode ser mais sortudo em questão de tempo e cliente disposto. Que tal agregar uma comissão de vendas por período e dar oportunidades àquele vendedor que não se deu tão bem nos últimos dias? A fórmula continua sendo simples. Ou seja, você estipula uma meta de vendas por um período maior de tempo, por exemplo três meses, assim o colaborador que não vender bem durante o primeiro mês, ainda se manterá motivado a dar mais energia nos meses seguinte. Enfim, esse é um jeito de engajar o vendedor por mais tempo.

Motivar a equipe de vendas de uma loja de roupas vai além da simples comissão dada por vendas. Ou seja, passa por reconhecimento e atualização do gestor e melhorias no espaço de trabalho.

Você anda motivando sua equipe de que forma? Conta pra gente nos comentários.