15 Ações de vendas para sua Loja de Roupas

Se você é varejista de roupas sabe como é difícil se manter em destaque no meio de tanta concorrência. Você sabe, uma equipe bem treinada e uma loja belíssima são fundamentais, mas não garantem todo o sucesso. Deste modo, aposte em ações para atrair ainda mais clientes para dentro do seu estabelecimento, e aumentar sua recorrência. Uma boa estratégia para melhorar esse cenário são ações de vendas para sua Loja de Roupas vender mais.

Ponto importante: Antes de colocar qualquer plano em prática, lembre-se de refletir sobre seus objetivos. Ou seja: Você deseja ter escoamento do estoque? Atrair novos clientes? Agradar os clientes fidelizados? Melhorar sua infiltração na internet? Enfim, com este objetivo bem alinhado, você pode escolher precisa definir uma boa ação de venda para sua loja de roupas!

15 Ações de vendas para sua Loja de Roupas15 Ações de vendas para sua loja de roupas

1. Combos selecionados

Os conjuntos de roupas pré-definidas podem receber um valor com desconto – mas lembre-se, são roupas escolhidas por você.

Por exemplo: Uma calça skinny preta selecionada custa R$69,90; Uma jaqueta de couro selecionada custa R$119,90. Ou seja, se o cliente compra as duas roupas juntas, o total que seria de R$189,80 vai para R$150,00, por exemplo. Caso o cliente queira combinar a calça com outra uma peça de roupa fora da seleção, o valor ficará ‘cheio’, descaracterizando o combo.

Esse é um método perfeito para escoar peças de artilharia e que estejam em grande quantidade no estoque – ou até mesmo roupas da coleção passada. O ticket médio também pode aumentar com esta ação. E lembre-se, seja cooperativo com seu cliente, ofereça um combo interessante para ele.

2. Cupons bônus

Dar cupons bônus baseado na compra de seu cliente pode parecer comum, porém um pequeno detalhe muda todo o jogo.

A ideia é simples: Seu cliente escolhe as peças, efetua a compra e ganha um cupom desconto para a próxima compra. Entretanto, o diferencial é que o cupom não é nominal e o vendedor incentivará o cliente a dar de presente a um amigo. Assim, você cria a oportunidade de envolver uma nova pessoa.

O segredo dessa ação é influenciar o cliente desde a entrada na loja, com dizeres “presenteie seu amigo com cupom desconto”. Os valores de descontos devem ser definidos por você, com valores mínimos e descontos máximos, além do tempo válido.

3. Desconto solidário

Um estilo de ação que mexe com o emocional do seu cliente. O desconto solidário é aquele famoso modelo: “doe 1kg de alimento e receba 20% de desconto”, ou, “doe um agasalho e ganhe desconto em outro novinho” .

Esse modelo possibilita dois resultados: Melhorar a visibilidade da sua loja, exibindo responsabilidade social; Atrair novos clientes; E possibilidade de mídia orgânica, como “Loja de roupas faz campanha solidária”. Aproveite e converse com uma ONG da sua região e mostre para onde as arrecadações serão enviadas.

4. Cupons antecipados

Ainda na linha de cupons, esse é o clássico desconto antecipado. Você seleciona um valor de desconto em um período também pré-estabelecido. Nessa ação, a comunicação visual dos cupons deve estar impecável.

Lembre-se que o intuito da entrega antecipada é levar pessoas diferentes a conhecerem seu estabelecimento. Então, não exagere nas informações do panfleto, seja direto e convincente, uma peça bem desenvolvida mostra o zelo da marca com a imagem.

Ah, aliás, agora está em alta cupons descontos distribuídos no Facebook, a versão on-line opção para economizar na impressão dos papeis.

5. Compre duas peças de roupas e leve a terceira de graça

Essa é uma prática muito conhecida, principalmente nos supermercados. Ou seja, você oferece uma quantidade mínima de compras e a próxima peça fica de graça.

É uma ação de venda ótima para aumentar o ticket médio de sua loja, escoar produtos do estoque e incentivar a compra por impulso – quem não vai querer levar uma roupa de graça.

Vale lembrar: Antes de dar start nessa ação, calcule a margem de lucro e a quantidade disponível no estoque.

6. Ofertas do dia

Mais uma ação de venda conhecida em supermercados e que tranquilamente pode ser adaptada para sua loja de roupas. A concepção é pré-agendar promoções de peças especiais, incentivando o retorno do cliente em diferentes dias.

Exemplo: Nas terças e quintas, sua loja de roupa venderá peças íntimas com 20% de desconto, e nas segundas, quartas e sextas o setor infantil terá roupas selecionadas com preços especiais.

Lembre-se dos detalhes: As regras de compras devem ser explícitas e as peças que recebem desconto devem estar sinalizadas. Aliás, aposte em roupas que estão em destaque na loja, e não coloque lançamentos na promoção. Especialistas no varejo afirmam que uma vez que o cliente vê um produto lançamento com preço reduzido, ele não comprará com valor cheio.

Enfim, estas ações de vendas para sua loja de roupas devem ter um planejamento bem elabora.

7. Happy hour

Assim como nas ofertas do dia, você pode fazer horários de ‘loucura’ na sua loja.

O happy hour funciona da seguinte forma: Durante um período pré-definido, nos dias da semana, você colocará roupas em destaque com preços especias.

Esse tipo de promoção também incentiva o retorno do cliente em momentos diferentes e aumenta a compra por impulso. Porém, o mais interessante é colocar esses horários nos momentos de menor tráfego em seu estabelecimento.

8. Estender horários

Esse método de vendas para lojas de roupas não necessariamente envolve descontos. Em períodos de vendas sazonais, como Dia das Mães e Natal, é importante considerar o estendimento do horário de atendimento. Essa ação aumenta a chance de você alcançar novos clientes, aqueles que sempre passavam pela sua loja, pós horário comercial.

A artimanha pode não ter desconto final, porém envolve gastos com a equipe.

9. Vendas em site de compras coletiva

É uma opção que muitos setores do comércio utilizam quando um produto não está dando o retorno esperado. A fórmula é simples: oferecer uma roupa em um site de venda coletiva específico, com preço mais baixo que o comum.

Fique ligado: Sua loja terá que se adequar a regras do site escolhido, então, antes de lançar as vendas, certifique que é vantajoso para você. Ah, e nesse estilo de compra on-line é necessário você criar uma regra que leve o cliente a sua loja física.

Exemplo:  Vestido feminino com 50% de desconto para os 50 primeiros compradores. Retirada somente no local.

Leia também: O que fazer com os produtos que não giram em uma Loja de Roupa

10. Etiqueta De – Por

Mais um velho truque do varejo. Sinalizar todas as promoções com etiquetas “De” – “Por”. A ideia é passar pro cliente o valor real do desconto, fugindo das porcentagens que dificultam a compreensão do cliente.

Reflita com a gente: O que é mais impactante, ver uma roupa com 50% de desconto, ou, De: R$180 – Por:R$90? Ou seja, o valor monetário facilita o entendimento, e quanto mais claro for, mais consistente se torna a finalização da compra.

11. Descontos arrasadores

Caso você prefira fazer um saldão na loja, você pode trabalhar com aqueles descontos enormes. Por exemplo, “descontos arrasadores de até 60%”.

Pontos importantes: A comunicação deve ser chamativa e o máximo de desconto possível deve ser o mais relevante da comunicação. Mas lembre-se: quanto maior o desconto, mais atenção vai chamar. Portanto, colocar o período da promoção é um detalhe que não pode ser esquecido, a data cria ansiedade e impulso na hora da compra.

12. Créditos para compras

Os créditos para compras são ótimas armas para impulsionar o retorno do cliente a sua loja de roupas. Nessa ação, você cria regras de bonificação baseado no valor de compra do seu cliente, na próxima vez que ele retornar, terá um valor em reais de desconto.

Exemplo: A cada R$20,00 em compras, você ganha R$2,00 de desconto.
Note que essa promoção induz a compra por impulso, além da possibilidade de melhorar seu ticket médio. Ah, e fique atento as regras da promoção, valores mínimos e produtos que fazem parte da ação.

13. Descontos exclusivos

Que tal aproveitar a ação de venda e criar laços com o cliente em outras plataformas? Um jeito de firmar esse trato são descontos exclusivos para quem te segue nas redes sociais.

Exemplo: Ofereça um cupom desconto para o cliente que te seguir no Facebook. Ou para aquele que convidar os amigos a curtirem a sua página.

14. Frete grátis (para lojas virtuais)

Se você comanda uma loja virtual de vendas de roupas, pode apostar em promoções de fretes grátis, por exemplo.

Parece bobo, porém muitos varejistas esquecem que nas lojas virtuais os valores da vitrine não são os mesmos do final. Qualquer R$10 de desconto no final da compra pode virar fator de escolha.

Realize essa ação em forma de parceria, converse com fornecedores para vender as roupas com preços especiais.

15. Descontos progressivos

Uma das táticas mais utilizadas no varejo de roupas é o desconto progressivo. Nele quanto mais o cliente compra, mais descontos ele recebe. Ou seja, uma peça, 10%, duas peças, 20%, três peças, 30%…

O objetivo desse método é instigar o consumo de impulso e a sensação de vantagem do cliente. Porém, é muito importante criar limites de descontos e valores mínimos de compras, senão o seu cliente vai comprar 10 peças e levar 100% de desconto. 😉

Enfim, estas são algumas das ações de vendas para sua loja de roupas. Porém, você pode pesquisar mais a fundo e fazer uma campanha ainda mais vendedora!

DICAS IMPORTANTES:

  • Lembre-se de definir regras de todas as promoções;
  • Não aumente os preços das roupas para depois dar o desconto, a prática é propaganda enganosa;
  • As promoções devem ter data de validade, para o cliente saber que se trata de um momento especial da loja;
  • Analise todas, calcule sua margem de lucro e itens no estoque;
  • E todas precisam estar bem sinalizadas e explicadas.

E então gostaram das nossas dicas de Ações de Vendas para sua Loja de Roupas? Deixem seus comentários?