Fachada de loja: 8 dicas para deixar mais atrativa

Um varejista que preza pelo primeiro contato que o cliente terá com a sua loja sabe a importância de ter uma fachada de loja atrativa. Afinal, é o primeiro vínculo criado entre os clientes e seus produtos. Porém, antes de planejar como fazer, coloque-se no lugar de seu possível cliente e pense: “O que me faria entrar em uma loja que ainda não conheço?”. Aposto que a imagem de uma fachada ideal passou pela sua cabeça. Então levante as mangas, observe seu estabelecimento e veja os pontos que merecem mudanças.

E para ajudar você a fazer uma fachada de loja perfeita, listamos 10 dicas. Então, confira!

10 dicas para fazer uma fachada de loja

1. Reconheça a persona dos compradores

Antes de definir o visual da sua fachada é importante você entender as diferentes personas, isto é, os perfis de consumidores mais comuns, que frequentam e passam pela sua loja. Junto a isso, quem você deseja atingir com a disposição, as cores e o design da fachada de sua loja.

Quer ajuda para definir a persona? Acredito que esse post vai ajudar você. De forma resumida, persona de comprador é um perfil, cheio de informações, sobre as pessoas que consomem seus produtos. Você pode levantar os dados dos seus clientes através de pesquisas de satisfação e conversas informais. O objetivo de possuir todos os dados é saber como acessar de forma amigável o universo do cliente e entender melhor quais são os seus desejos e sonhos de consumo.

2. Observe a fachada da concorrência e obtenha informações

Antes de montar a própria fachada é importante ver o que o mercado está fazendo. A pesquisa faz parte do processo de preparação, observe o que os outros donos de lojas da região já fazem. A pesquisa nos locais servirá como uma forma de benchmark, onde você retira ideias da concorrência que podem ser adotadas a seu estabelecimento.

Observe os materiais, cores e placas dispostas na rua e, se possível, questione os motivos que levaram o varejista a optar por aquele modelo. Aliás, antes de colocar placas e objetos do lado de fora do seu comércio, pesquise as regras sobre propagandas nas ruas. Mas, lembre-se que existem leis que regulam isso.

3. Converse com um profissional especializado

Parece bobo fazer um tópico aconselhando você a procurar um profissional especializado em fachadas de loja. Porém, é a melhor maneira de evitar os principais erros de composição na fachada. Exageros de informação visual, uso de cores que não combinam e até fontes tipográficas que não ajudam na leitura são erros comuns cometidos por quem não está familiarizado com o assunto.

Procure um profissional que entenda de layout de lojas e identidade visual. Converse com ele sobre seus objetivos e desejos como proprietário de uma loja, assim, o profissional vai conseguir te auxiliar a montar a melhor fachada para seu estilo de negócio.

4. Qual a identidade visual da sua loja?

Pense na sua loja como uma pessoa tentando se posicionar e chamar atenção no meio da multidão. Se ela fosse um ser vivo, qual seria o estilo dela? Seria despojado, casual, sóbrio, jovem… E por aí vai. Que cores essa pessoa usaria? Vivas, claras, escuras, frias…

As opções para montar a identidade da sua loja são enormes. Então, escolha a que mais tem relação com o seu estilo e explore todas as alternativas dentro dela. Se você deixou a fachada da loja para ser montada no final, atente se ela está em sintonia com o design interno de sua loja. As cores, a tipografia, as imagens e os dizeres da loja também devem estar representados – nem que seja de forma subjetiva – na fachada. Afinal, é a fachada que atrairá olhares do público selecionado.

5. Seja criativo na fachada da loja

Para montar uma boa fachada de loja não são necessárias grandes mudanças na estrutura física. Portanto, você pode, e deve, aproveitar a disposição da loja para montar sua fachada. Você também pode utilizar das características do prédio para agregar valor a sua fachada.

Vai personalizar a fachada da loja? Então, seja criativo! Tente sair da caixa e não se contenha a apenas nome do estabelecimento e uma frase de efeito. Consulte quais são as cores do momento e quais se encaixam ao seu modelo de negócio, ouse no formato de exposição do nome da loja e utilize materiais para a fachada que tenham o estilo da sua loja.

6. A vitrine também faz parte da fachada

Não custa salientar: Sim, a vitrine é parte fundamental da sua fachada. Então, considere no momento de montar sua fachada, a largura e a altura, e o espaço de visibilidade da vitrine. Diariamente, leve em conta a quantidade de informações visuais que você coloca na vitrine e se todos os itens conversam com a identidade visual.

Lembre-se que a fachada da sua loja não se resume a apenas a uma placa com o nome do negócio. Ou seja, a fachada é a composição de todos os elementos de primeiro contato do lado externo da loja.

Grandes lojas de roupas, por exemplo, apostam em vitrines arejadas e com poucas informações visuais, dando destaque aos conjuntos vendidos.

Quer saber mais sobre vitrine em lojas de roupa? Baixe o Guia de como ter um espaço de presentes em uma loja de Roupas.

7. Dinamize sua loja

Não é porque você montou a fachada da loja que, necessariamente, ela deve se manter intocável. Em meio a tanta opção de consumo, lembre-se que seu objetivo como empreendedor é cativar o cliente já no primeiro olhar. Portanto, deixar a vitrine sempre igual diminui a chance de chamar a atenção.

Aproveite as datas sazonais como Dia dos Pais e das Crianças para fazer vitrines temáticas e chamar a atenção para produtos específicos. Fora das datas comemorativas escolha temas que chamem a atenção e mais clientes para a sua loja. A Uatt? desenvolve várias linhas para te ajudar nessa parte, entre elas a linha Happy Hour que tem uma identidade visual própria.

fachada happy hour

Leia mais sobre: Ações de venda fora de datas comemorativas.

Então, atualize de forma constante a vitrine de sua loja – produtos que estão sempre expostos da a sensação de encalhados -, mude a disposição dos produtos da frente e arrisque – de forma responsável – na hora de chamar a atenção do seu cliente.

8. Não exagere

Ser criativo é diferente de exagerar em cores e informações visuais na fachada da sua loja. Por isso, é importante antes de tomar qualquer decisão efetiva fazer uma pesquisa e desenhar a fachada ideal para seu tipo de negócio.

Reúna informações e planeje. Lembre-se, a fachada da loja é a primeira impressão do seu cliente sobre o estabelecimento. Execute-a com perfeição.

As 8 dicas para fazer uma fachada de loja servem como boas práticas para montar um visual chamativo e sedutor para seu cliente logo na primeira impressão. Porque no fim, esse é o objetivo desejado. Evite cometer erros que podem acabar como todo seu esforço. Para ajudar nisso, criamos um checklist:

– Exponha na vitrine produtos que você possua no estoque;
– Ilumine os pontos de importância da vitrine;
– Respeite a identidade da loja;
– Não faça propaganda enganosa;
– Mantenha a vitrine e a loja limpa e receptiva;
– Não coloque produtos demais na entrada da loja.

Por fim, pesquise outras lojas e veja as técnicas que eles utilizam para montar a fachada de loja.

[minti_button link=”https://boasvendas.uatt.com.br/seja-um-parceiro-uatt” size=”full” target=”_self” lightbox=”false” color=”orange” icon=””]QUERO VENDER UATT?[/minti_button]